Criatividade

     

 

 

 

      Há quem diga que nasceu assim e continuará vivendo assim, vive a síndrome de Gabriela, se conforma com a vida que leva, há também aqueles que temem as mudanças, que consideram sua importância, mas que se sentem perdidos na hora de tomar decisões e agir. Quando isso acontece, geralmente é sinal de que a criatividade está estagnada de uma forma ou de outra e o resultado costuma ser sempre o mesmo: frustração e uma fome desesperada pelo novo. Alguns dos sintomas são a perda de vitalidade, de energia e um cansaço contínuo. Muitas vezes, por mais que a pessoa queira algo novo ela tem dificuldade para pensar adiante, deixando de enxergar novas possibilidades ou estratégias.

 

     Vale lembrar que vida é movimento, as transformações são contínuas e inevitáveis, frequentemente, quando resistimos a mudança, a vida, sabiamente, nos estimula a ir além, a passar pela metamorfose da borboleta , nos exigindo reajustes, reorganizações e, com isso, muita criatividade. Criatividade é a possibilidade que todos nós temos de criar coisas novas, inovar, ultrapassar o convencional e isso pode ser estimulado desde a infância, mas também pode ser desenvolvido na fase adulta. Viver de forma criativa é imprescindível, para isso precisamos nos atentar as possibilidades e as diversas maneiras de lidar com as situações e imprevistos.

 

         A criatividade nos estimula a explorarmos o desconhecido, a agir com curiosidade, e para isso, precisamos ter consciência de que, em algum momento, vamos errar, afinal tentar e errar faz parte do processo criativo e contribui para enriquecer nossa percepção, aprendendo com os erros. E o ponto que sabota a criatividade é o medo, juntamente com a crítica, os quais devem ser trabalhados para não paralisarem ou interromperem o processo criativo, de fluidez. Observar a mesma situação sob ângulos diferentes, também pode ajudar, buscar maior espontaneidade, sonhar acordado, anotar as ideias que surgem no decorrer do dia, caminhar ao ar livre e experimentar-se em diferentes contextos auxilia a ampliação de conexões e ajustamentos criativos na vida. Afinal como diria o filósofo Bernard Shaw “as pessoas que vencem nesse mundo são as que procuram as circunstâncias de que precisam e, quando não as encontram, as criam”. Então, mãos a massa!

Please reload

Ultimos Artigos
Please reload

Entre em contato pelo telefone 11 99625-6440 ou através do e-mail danielle.mrsp@gmail.com